JCanedo

Cantada x assédio: Entenda quando você pode estar passando do ponto

27 de Janeiro de 2015
Até que ponto podemos considerar uma simples cantada? E quando ela passa do limite e vira assédio? Confira no post como não exagerar na dose, afinal você não quer desrespeitar ninguém, não é? Cantada x assédio: Entenda quando você pode estar passando do ponto

A cantada é nada menos que uma frase, uma palavra, ou até mesmo um gesto do qual nos utilizamos para chamar a atenção de alguém e demonstrar interesse por ela. Antigamente, como os namoros e paqueras possuíam pouca intimidade e não era tão simples chegar em uma garota, os homens utilizavam a criatividade, muitas vezes até abordagens artísticas e românticas no momento da conquista.

 

A questão é que, atualmente, a cantada foi banalizada e o que se vê por ai é uma simples repetição de frases grosseiras.  Além do mais, a ação ocorre em qualquer esquina de rua pegando as mulheres desprevenidas em situações inesperadas.  

 

Temos de um lado homens que insistem em dizer que foi uma simples cantada inofensiva e que as mulheres gostam de ouvir. Do outro, uma reclamação do lado feminino que diz se sentir humilhado e atacado. Como resolver o impasse? Veja agora a maneira correta de cantar alguém sem que isso se torne assédio.

 

Cantada x Assédio

A cantada que deveria ser apenas um gesto para a pessoa saber seu interesse de maneira leve e inofensiva se tornou uma camuflagem para o assédio sexual, que é responsável pelo medo, vergonha e depressão em mulheres que têm que conviver com a ação diariamente.

O assédio é caracterizado como uma prática realizada com objetivo de obter prazer sexual, de incitar o desejo da outra pessoa. Coloca em jogo a integridade física e psicológica do indivíduo. Exemplos disso são insultos, injúrias com conotação sexual, palavras humilhantes e ameaças verbais. A cantada, em sua origem, não tem conotação sexual. Porém, o que muitas mulheres vivenciam no dia a dia sim!

 

Reflita

Algumas perguntas devem ser respondidas. Você realmente tem interesse em uma pessoa que nunca viu na vida? Acha que terá a mínima chance de ser correspondido? Já parou para pensar que a mulher que você cantou pode ser casada, ter filhos e que a sua proximidade intimida? Os números de estupro no Brasil ainda são alarmantes, e uma mulher que ouve uma cantada com apelo sexual na rua sente, acima de qualquer coisa, medo.

 

Ambiente

Ambiente de trabalho, ruas e lugares públicos são alguns exemplos de locais inapropriados para fazer cantadas. Se você realmente se interessou por uma pessoa no trabalho ou no ônibus, por exemplo, tente puxar assunto e veja se a pessoa corresponde. Se ela fizer cara feia e não quiser papo, desista. Em baladas e festas o acontecimento de assédio sexual é ainda mais comum, já que é muito frequente que algumas pessoas associem diversão na balada com pegação, porém, nem todo mundo que sai para dançar e se divertir está em busca disso. Nesses ambientes, tanto para homens quanto para mulhers, o mais importante é manter-se atento a olhares: quando há interesse, não é difícil perceber pelos gestos.

 

O que dizer

Cantadas prontas são o melhor meio de afastar alguém. Portanto,pense bem na escolha das palavras e jamais utilize qualquer uma que tenha conotação sexual. Afinal, a mulher não quer se sentir como um objeto. Pode parecer óbvio, mas com certeza a melhor cantada é ter um papo interessante e uma troca de ideias agradável para os dois lados.

 

Agora que você sabe a diferença, não tem motivo para marcar bobeira! Qual é a sua opinião sobre o tema? Deixe um comentário!

Compartilhe

Contato Rápido

Telefone: (47) 3355-2806

WhatsApp: (47)99910-0295

Dúvidas

Iniciar chat

Facebook

A C Gomes Confecções Eireli | CNPJ 04.657.129/0001-28 | Rua Santos Dumont, 1436 - Santa Terezinha - Brusque/SC - Cep 88352-202 | marketing@jcanedo.com.br