Escolha o melhor tipo de vinho para cada refeição

11 de Janeiro de 2020
Escolha o melhor tipo de vinho para cada refeição

A gente trouxe pra você os vinhos que combinam com cada tipo de prato, agora é só escolher o seu preferido e ótimo apetite!

 

Carnes

A carne bovina combina super bem com vinhos tintos, como o Cabernet ou o Malbec. Já o cordeiro cai bem com um Syrah. A carne de porco pede um branco como o Riesling ou um tinto complexo como o Pinot Noire. Se você fizer carne com molhos condimentados pode ressaltar o tempero com um vinho à base de uvas combinadas, como o Cabernet com Malbec ou Sauvignon. Já um prato como um peixe, combina com vinho leve e branco. 

 

Massas

As massas com molho leve ou branco pedem um espumante brut ou um tinto leve ou de médio corpo, para deixar o prato ainda mais saboroso. Já se a massa vier acompanhada com molho condimentado ou vermelho, um espumante brut de boa estrutura ou um tinto maduro é a pedida.

 

Queijos

O Chardonnay é ótimo para acompanhar os queijos mais suaves e o Cabernet Sauvignon para os queijos maduros. Já o Carmenère é perfeito para os queijos semimaduros e pratos à base de creme e queijo. Lembrando que quanto mais cremoso o queijo, mais acidez o vinho precisa ter.

 

Comida vegetariana

Legumes ou qualquer tipo de comida que seja verde pede um bom vinho branco jovem ou até mesmo um italiano Lambrusco. 

 

Pratos picantes 

O vinho perfeito para um prato picante é o doce. Um Shiraz branco é uma ótima opção para um alimento picante. O Savignon branco também pode acompanhar o prato e deixar a refeição ainda mais saborosa. Se você optar por uma comida indiana ou qualquer outro tipo de comida aromática, um jovem Syrah é uma escolha válida.

 

Culinária japonesa

Assim como os pratos picantes, o sushi pede vinhos brancos e leves com um toque de doçura, ou ainda um vinho tinto e baixo em taninos. Vai deixar a refeição ainda mais saborosa e agradável.

 

Vale lembrar que cada vinho é ideal para um tipo de clima, sendo que o calor pede vinhos brancos, e o inverno os vinhos tintos. Na hora de servir o vinho na refeição, comece sempre com um vinho mais suave e só depois vá aumentando a intensidade do sabor. Saiba que o paladar precisa ser surpreendido e, claro, nenhum paladar se surpreende com uma bebida mais leve e jovem após já ter experimentado um vinho mais forte e com mais idade.

 

Agora que você já sabe escolher o vinho de acordo com o prato principal, faça bonito com os convidados, visitas ou até mesmo com o seu amor em um jantar romântico!